Escolha uma Página

Muitas pessoas não sabem, mas lastras nada mais são do que porcelanatos em grandes formatos. Super versáteis, são indicadas para revestir, mobiliar e decorar ambientes com sofisticação e causar impacto devido a sua imponência e grandiosidade. 

O material oferece infinitas possibilidades aos projetos arquitetônicos. Salas de estar, jantar ou televisão, cômodos que costumam receber mais visitas e ganhar mais visibilidade, são ideais para a aplicação das lastras. Podem ser usadas em paredes inteiras para proporcionar um ar de unidade ao espaço e, ainda, transmitir a sensação de beleza e bem estar através de peças que remetem à natureza.

Com toda sua versatilidade, esse porcelanato também é indicado para o revestimento de fachadas, ambientes internos, superfícies contínuas e pisos. Mesas, bancadas de cozinha e banheiro podem ser igualmente mobiliadas com as lastras, assim como mosaicos, boiseries, objetos de decoração e acessórios.

Abaixo, selecionamos as dúvidas mais frequentes sobre as lastras e suas funcionalidades. Confira:

Qual é a diferença entre as lastras e os porcelanatos de grandes formatos?

Grandes formatos são os  porcelanatos que já estamos acostumados a ver no mercado, como  peças de 60×120, 90×90, 120×120, entre outros. Tratam-se de peças que não demandam de um processo especial para o assentamento, de  modo que qualquer assentador, com  seu próprio equipamento, consegue  fazer. 

Já as lastras têm grandíssimos formatos e geralmente possuem espessura mais fina. O termo surgiu na indústria e exploração dos mármores, porque quando a rocha é extraída da natureza, se retiram lastras.  

O porcelanato é utilizado no lugar do mármore pelo fato da extração desse tipo de material  degradar o meio ambiente. Quando retirado da natureza, mais de 50% é desperdiçado, o que não acontece com o porcelanato. 

Qual é a espessura das lastras?

As lastras possuem, em média, de 6 mm a 9 mm,  a depender do formato e do fabricante. É  interessante que os arquitetos  avaliem qual delas é a mais adequada  para cada aplicação. 

Quanto pesam?

O peso varia de acordo com a espessura, mas costuma oscilar entre 40 e 45 kg.  Todas as peças trabalhadas pela Emidio Pais são retificadas, o que possibilita uma junta menor e proporciona maior continuidade.

Correm o risco de empenar?

As lastras possuem grandes formatos com uma espessura muito reduzida. Essa condição faz com que a peça, quando não está assentada, possa empenar ou flambar. Também há o risco de quebrar caso o  movimento e o armazenamento não  sejam feitos corretamente. Por isso, todas as técnicas de movimentação, manuseio, armazenamento e  assentamento devem ser seguidas. Dessa forma, evitam-se as  quebras e o empenamento. 

É possível fazer um painel de TV com lastras?

O produto foi desenvolvido, principalmente, para produzir painéis para TV,  cabeceiras de cama, salas de jantar e estar, entre outros. Inclusive, há uma enorme variedade de lastras para aplicação. Apesar de serem bastante utilizadas para forrar paredes ou pisos inteiros, é possível utilizá-las em pequenos painéis. É preciso, no entanto, ter cuidado  para que o produto seja de boa qualidade e realmente garanta a  aderência. Se isso for  feito, certamente o painel ficará incrível.

Como deve ser feito o assentamento de lastras em paredes?

A técnica é a mesma utilizada para outras peças de grandes formatos. É  preciso utilizar a dupla colagem com  argamassa colante, no verso da placa  e na base do assentamento. A orientação é essa independente do tamanho da peça. Existem equipamentos específicos  para o assentamento de lastras, que  podem auxiliar a equipe de  assentadores nesse processo. Há,  inclusive, um carrinho para segurar a  placa, passar a argamassa, aplicar as ventosas e, em seguida, assentar a peça na parede. 

Lastras podem ser instaladas no teto?

Sim. Nesse caso, deve-se tomar cuidado com o tipo de  argamassa colante indicada para a  aplicação e fazer o escoramento até a cura inicial. Para a argamassa tradicional, a cura leva em média 72 horas. Já para a  versão rápida, a colagem leva em  torno de 3 ou 4 horas. A indicação é essa pois, se o material ficar solto, há o risco das placas caírem. 

As lastras são retificadas ou bold?

Todas as lastras da loja são retificadas, ou seja, é possível ter uma junta de assentamento bem pequena. O indicado é trabalhar com 1,5 mm, a mesma medida utilizada para o porcelanato comum.

O que fazer para otimizar ao máximo o uso da superfície gigante?

A resposta dessa pergunta é válida tanto para lastras, quanto para peças de grandes formatos: fazer uma paginação de ambiente. Analisar qual formato melhor se adequa ao ambiente em que será utilizada, o que expandirá a superfície disponível para a aplicação. 

É interessante destacar que, ao lidar  com itens dessa proporção, o ideal é trabalhar por peça. Isso porque muitas vezes são feitos cortes e sobram pedaços, o que resulta na perda de materiais. 

Qual é a argamassa mais indicada para assentar lastras? É necessário usar grampo?

Para o assentamento, deve-se usar uma argamassa que tenha passado por um filtro de obra. É necessário verificar qual é o melhor produto para um determinado ambiente, já  que se trata de algo que pode variar.  Quanto aos grampos, não é preciso utilizá-los. Somente a  argamassa é capaz de fazer a  aderência entre placa e base de  assentamento, exceto nos casos de  fachada ventilada, em que o perfil metálico é utilizado.

Quais lastras podem ser utilizadas em ambientes externos e garagens?

Em fachadas, qualquer uma das  lastras pode ser utilizada, com  acabamento polido ou natural. Porém, para áreas externas descobertas, como bordas de  piscinas, não são  recomendadas pelo fato dos acabamentos não terem atrito  suficiente. Ou seja, se alguém caminhasse pelo local, correria o  risco de escorregar e cair. Já para garagens cobertas, o material pode ser aplicado, desde que o acabamento seja natural. É possível, inclusive, usar peças finas, contanto que a base de assentamento seja bastante sólida para suportar o peso dos veículos que estarão estacionados no local.